Missa em Memória de Marielle e Anderson

 

A celebração eucarística em memória de Marielle Franco e Anderson é um ato liturgico de sua páscoa entre nós. Marielle, era católica e é lembrada em todos os cantos desses Brasis como uma força inssurreicional contra os milhares de casos de morte do povo preto, pobre e periférico. O genocídio de um poder político branco.

Neste dia ergueremos o cálice de paixão, morte e sua ressurreição na subversão do povo de Deus.

Amanheçamos nesse dia 14 de março esperançando mundos novos por Marielle, Anderson e por todas as pessoas.

Ao final da celebração partiremos em caminhada até o ato em memória de Marielle e Anderson na praça Oswaldo Cruz às 17h

Quinta-feira, 14 de março, às 16h, na Paróquia de São Luiz Gonzaga.
Av. Paulista, 2378 – Cerqueira César, São Paulo – SP, 01310-300

https://www.facebook.com/events/2376243369053801/

 


Manifestação por Marielle

 

Cara(o)s, peço a ajuda de vcs na divulgação do ato “Justiça para Marielle – Vidas Negras e Periféricas Importam”. Dia 14 de março. As atividades começarão às 17h, na Praça Oswaldo Cruz (em frente ao Shopping Paulista). Diante da barbárie política que estamos vivendo e das últimas notícias sobre o assassinato de Marielle Franco, este ato ganha uma enorme dimensão, além da importância da data em si.

No período de concentração, das 17h às 19h30, acontecerá a maior parte das atividades.

Teremos MCs que conduzirão todo ato.

No início haverá uma aula pública sobre o legado de Marielle conduzida por Jupiara Castro e Erica Malonguinho .

A editora N-1 estará no ato com os livros “UPP – A redução da favela a 3 letras”, de Marielle Franco.

Acontecerão duas falas religiosas: Padre Julio Lancellotti e Mãe Sandra de Xadantã.

Teremos 3 blocos de falas políticas das organizações e movimentos: feminista, negritude e partidos e demais movimentos.
Isso tudo entremeado por intervenções artístico-políticas.

Artistas confirmada(o)s (ou quase): Clarianas, Sarau das Pretas (Jô Freitas), Coletivo Negro (Gota D’água Preta e Jussara Marçal), Cabaré Feminista, Bloco do Fuá e Luana Hansen.
A caminhada até o prédio da Presidência deverá ser conduzido pelo Ilú Obá.

No fim do ato acontecerá a leitura do nosso manifesto pelas parlamentares mulheres e uma ultima intervenção artística (a Luana Hansen).

Imagens da Marielle serão projetadas nos prédios da Paulista.

Haverá bandeirão para caminhada que será produzido pelo grafiteiro Julio Dojcsar.

Coletivos como o Quilombaque e Escola Livre de Santo André virão no ato, provavelmente trazendo faixas. Quem mais quiser trazer faixas e bandeiras, serão bem vindas.

Bjs. Vai ser lindo!!!! E forte!

 


 

Acompanhe também:

Rio de Janeiro: Evento “Debate: É por Marielle, é pelas Vidas das Mulheres”

Terça-feira, 12 de março, às 18h, no Museu da Maré
Av. Guilherme Maxwell, 26 – Maré, Rios de Janeiro