Lições das Filipinas – Bolsonaro, Duterte e suas crises: Entre o otimismo, a cautela e a subestimação da realidade

(Revista Fórum)

Como Bolsonaro, os primeiros meses do governo de Duterte eram pura crise, marcados por lutas de poder entre seus aliados, notícias de corrupção, violência policial e episódios de constrangimento internacional causados pelo próprio presidente que dominaram os noticiários

3 MIN LEITURA

São Paulo (Cecília Lero) – Após os protestos bem-sucedidos em 15 de maio, muitos estão prevendo que o governo de Bolsonaro logo cairá.

Erros do presidente nas negociações com parlamentares, lutas internas entre seus ministros e apoiadores, bem como suas próprias queixas de que ele está cansado e que o Brasil seria ingovernável, faz muitos acreditarem que é apenas uma questão de tempo antes que ele entre em colapso sob o peso de sua própria incompetência e despreparo, especialmente se as manifestações convocadas para o dia 26 de maio forem fracas.

Nas Filipinas, temos nosso próprio presidente de extrema direita, que parece não ter interesse ou capacidade de governar o país. Muitos de nós também acreditavam que ele não passaria de dois anos no cargo. No entanto, o presidente Duterte está prestes a iniciar seu terceiro ano no cargo  (…)

Frente Dom Paulo

Redação Frente Dom Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.