Empresa que administra presídios com 57 mortos em Manaus recebeu R$ 836 mi em 5 anos

(Brasil de Fato)

3 MIN LEITURA

Umanizzare é responsável pela gestão das quatro unidades onde ocorreram as chacinas, em Manaus e no interior do estado

São Paulo (Igor Carvalho) – Nesta segunda-feira (27), 42 presos foram encontrados mortos em quatro unidades prisionais do Amazonas. Somados aos 15 homicídios de domingo (26), o total de vítimas chega a 57. Todas os presídios são administrados pela Umannizzare Gestão Prisional e Serviços Ltda, empresa privada que recebeu R$ 836 milhões nos últimos quatro anos, de acordo com os contratos disponibilizados no Portal Transparência do estado  (…)

Frente Dom Paulo

Redação Frente Dom Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.