14/09 – Centenário de Dom Paulo Evaristo Arns

Frente Interreligiosa Dom Paulo Evaristo Arns por Justiça e Paz

Ato inter-religioso celebra centenário de Dom Paulo em centro espírita

A Frente Inter-Religiosa por Justiça e Paz Dom Paulo Evaristo Arns lança manifesto e celebra centenário de nascimento de Dom Paulo (1921-2016) em centro espírita de Allan Kardec

Na próxima terça-feira, 14 de setembro de 2021, às 15 horas, a Frente Religiosa por Justiça e Paz Dom Paulo Evaristo Arns promove evento online para lançar manifesto e celebrar o centenário do cardeal e arcebispo emérito de São Paulo.

Dom Paulo, patrono da Frente

Dom Paulo Evaristo Arns, nasceu em 14 de setembro de 1921 em Forquilhinha, Estado de Santa Catarina. Ordenado sacerdote em 1945, foi bispo e arcebispo de São Paulo entre os anos 1960 e 1970. Destacou-se por sua corajosa atuação contra a tortura e as arbitrariedades praticadas pelo regime militar (1964-1985). Em outubro de 1975, celebrou histórico culto ecumênico na Catedral da Sé, em São Paulo, em honra de Vladimir Herzog, vítima do autoritarismo.  

Na condição de arcebispo de São Paulo (1970-1998), participou de inúmeros eventos acadêmicos, pastorais, ecumênicos e inter-religiosos. Defensor do ecumenismo, incentivou o respeito e a união entre as religiões. Para Dom Paulo, “a paz no mundo é intrinsecamente ecumênica e inter-religiosa”.

Evento inter-religioso online

Transmitido pelos canais + Direitos Humanos e Direitos Já!, o evento inter-religioso da Frente será realizado no Grupo Espírita de Assistência Mediúnica (Geam), zona norte da cidade de São Paulo, fundado em 1995 por Afonso Moreira Jr., orador e escritor espírita, membro da Frente Inter-Religiosa por Justiça e Paz Dom Paulo Evaristo Arns. O centro espírita localiza-se no bairro de Santana, onde Dom Paulo, entre 1966 e 1970, atuou como vigário episcopal. Na zona norte de São Paulo criou a “Missão do Povo de Deus” e dedicou-se a visitar as paróquias da região com a intenção de propagar os ensinamentos do Concílio Vaticano II.

 

  • Dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo e cardeal-proto presbítero, ordem de São Francisco, Arquidiocese de São Paulo.

Em defesa da democracia

O manifesto da Frente Dom Paulo, é dirigido “a todas as pessoas que creem na responsabilidade das religiões”, e será lido por religiosos que militam “em defesa da paz, da democracia, da liberdade de expressão e de culto religioso”.

Para Antônio Funari Filho, da Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo e membro fundador da Frente Inter-Religiosa por Justiça e Paz Dom Paulo, “o manifesto que será dado a público espelha nosso comprometimento com a Carta Universal dos Direitos Humanos, nosso estatuto e nossa bandeira”.

Confirmaram presença no ato o monge Ryozan Sensei; o reverendo Jair Alves, da Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito; Leonel Sá Maia, membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias;  Adriana de Nanã, sacerdotisa do Ilê Axé Omó Nanã; Frei Marx Rodrigues dos Reis, do Serviço Inter-Franciscano de Justiça, Paz e Ecologia; Paulo Cesar Pedrini, coordenador da pastoral operária da Arquidiocese de São Paulo.

A reunião será dedicada “in memoriam” a Sergio Storch (1950-2021), membro fundador da Frente Inter-Religiosa por Justiça e Paz Dom Evaristo Arns, recentemente falecido.

Mais informações:

Afonso Moreira Jr.

afonsomoreirajunior@gmail.com

11 9 9377-3577 WhatsApp

    Frente Dom Paulo

    Redação Frente Dom Paulo

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *