Articulando para o Combate à Intolerância Religiosa – 21/1/20, 22 cidades

(Frente Inter-Religiosa Dom Paulo Evaristo Arns por Justiça e Paz)

2 MIN LEITURA

Celebrar é Lutar, Venha !

São Paulo – Sérgio Storch


Em 21 de janeiro de 2021 celebraremos virtualmente e em várias cidades o Dia Nacional de Combate á Intolerância Religiosa, criado pela Lei nº 11.635, de 27 de dezembro de 2007.

Em 2020 celebramos essa data em 22 cidades, numa rede de 6 organizações: a Frente Inter-religiosa Dom Paulo Evaristo Arns por Justiça e Paz, a Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito, a Koinonia Direitos Humanos, a Rede Fale!, a Igreja Betesda, a EIG – Evangélicas pela Igualdade de Gênero, o CONIC – Conselho Nacional das Igrejas Cristãs do Brasil.

Face ao surto de ódio que grassa no país provocado pela irresponsabilidade dos governantes atuais, a celebração e conscientização desta data torna-se ainda mais urgente


CIDADES ONDE FORAM REALIZADOS ATOS INTER-RELIGIOSOS

PORTO ALEGRES. ANT. PATRULHALONDRINASÃO PAULO
SANTOSBRASÍLIARIO DE JANEIROSALVADOR
RECIFECARUARUJOÃO PESSOASOBRAL
BELÉMCABO S.AGOSTINHO

CARTAZES

PORTO ALEGRE – RSS. ANTONIO PATRULHA – RSLONDRINA – PR
SÃO PAULO – SPSANTOSBRASÍLIA – DF
RIO DE JANEIRO – RJSALVADOR – BARECIFE – PE
CARUARU – PECABO S.AGOSTINHO – PESOBRAL – CE
JOÃO PESSOA – PABELÉM – PA

Cadastre-se para receber as notícias e participar conosco dessa forma de conscientizar a sociedade.

SAIBA MAIS

Essa data passou a ser referência para o combate à intolerância motivada por religião. Nasceu a partir de um caso emblemático advindo de violência praticada contra religiões de matriz africana: Nessa mesma data no ano 2000, faleceu vitimada por um infarto a sacerdotisa, yalorixá Gildásia dos Santos, a Mãe Gilda, liderança religiosa do Ilê Axé Abassá de Ogum em Salvador, Bahia. Ela havia sido vítima de uma campanha promovida por religiosos de um segmento cristão pertencente a uma determinada igreja conhecida por “combater” as religiões afro-brasileiras, na qual era acusada de charlatanismo, tendo inclusive sua casa atacada e pessoas de sua comunidade sendo agredidas, bem como sua foto publicada em periódico da igreja de forma depreciativa e acusatória, incitando às violências.

Esse desprezo à vida humana tem origem na nossa construção histórica desde a colonização, que baseou-se em visões que desconheciam a espiritualidade nativa dos povos originários e à frente, a dos povos escravizados que para aqui foram trazidos, atitudes estas que modernamente, face um processo de mudança do panorama religioso nacional, propiciou uma verdadeira consolidação de visões que não respeitam a diversidade religiosa presente no país, permeada por múltiplas pertenças religiosas e visões do sagrado.

O 21 de janeiro veio se colocar como um momento para propiciar conscientização e reflexão acerca da intolerância religiosa que na esfera nacional, somente a partir de fins de 2011, passou a ter espaços estatais destinados a recepção de denúncias neste campo de violações, como o Disque 100.

Postaremos notícias aqui até uma semana antes da celebração de 21/01/2021.

Ato Inter-religioso: 21/01 é o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, que foi celebrado em atos promovidos pela Frente Inter-Religiosa Dom Paulo Evaristo Arns por Justiça e Paz, CONIC – Conselho Nacional das Igrejas Cristãs, FEED – Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito, KOINONIA – Presença e Serviço Ecumênico, Rede FALE e EIS – Evangélicas pela Igualdade de Gênero, em 14 cidades, de Porto Alegre até Rio Branco (RR), nesta semana de 18 a 24 de janeiro de 2020.

As várias religiões, cristãs e não-cristãs. se somaram ao Manifesto de lideranças evangélicas que combatem o ódio gerado por falsas concepções religiosas, as quais ignoram a mensagem essencial dos Evangelhos, “Amai ao próximo como a ti mesmo”.

Essa manifestação é clara e firme: repudiamos qualquer tipo de violação de espaços sagrados ou de manifestações religiosas.

Some sua presença e sua voz a esses atos, para que a intolerância religiosa deixe de encontrar espaço nos corações e mentes de brasileiras e brasileiros de todas as correntes de fé e espiritualidade.

Acompanhe este post, e o convite no Facebook, com os links para todos os endereços e detalhes para os eventos de cada cidade.

 

Fotos: Wikipedia (Domínio Público)

 

  • Leia mais: Frente Inter-Religiosa Dom Paulo Evaristo Arns por Justiça e Paz

Frente Dom Paulo

Redação Frente Dom Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *