“A Escuta de Israel”, na Igreja”, lançamento do livro

(Coleção Judaísmo e Cristianismo)

4 MIN LEITURA

São Paulo


No dia 05 de dezembro de 2020, às 18h, acontecerá o lançamento do XIV livro da Coleção Judaísmo e Cristianismo: “À escuta de Israel, na Igreja, Tomo II”. O evento virtual poderá ser visualizado no endereço https://meet.google.com/abm-fbss-daz, ou apontando o celular para o QR CODE da imagem, que fará o redirecionamento para a sala do evento.

Ajude na divulgação do evento, compartilhando com seus amigos (as) em suas redes sociais.

A obra é fruto do trabalho de Pierre Lenhardt, que pertenceu à Congregação dos Religiosos de Nossa Senhora de Sion (NDS) e foi professor da Escola Bíblica de Jerusalém, do Instituto São Pedro de Sion-Ratsibonne e do Centrp Cristão de Estudos Judaicos (CCDEJ) de São Paulo.

“A escuta de Israel” se impõe a todo cristão consciente do valor universal que tem a humanidade judaica de Jesus Cristo. Este livro manifesta a continuidade do Antigo e Novo Testamentos, da Aliança Una e Única, tornada Nova e Eterna em Jesus Cristo. Ele faz entender as múltiplas ressonâncias entre a interpretação Judaica e a interpretação cristã das Escrituras, entre a oração judaica e a oração crista. Seu autor inicia-nos à Tradição de Israel. Seu leitor permanece maravihado pela ‘alegria da Torá’, alegria bem conhecida dos judeus, alegria comunicativa que o cristão faz a experiência quando eie compreende a unidade da Palavra oral e escrita de Deus – Tradição e Escritura – sua perfeição e sua coerência.

Pierre Lenhardt. de saudosa memória. familiariza-nos com as fontes judaicas difíceis e desconcertantes para quem as encontra do exterior. Ele nos faz compreender como a Ressurreição é ensinada na Tradição Judaica, como Deus busca a Terra de Israel e vai habitar o Templo de Jerusalém antes de manifestar sua sobrevinda em Jesus Cristo.

“O livro. ‘A escuta de Israel, na Igreja’, é formado por sete artigos, mas não é uma simples reunião destes trabalhos. Eles marcam as sete etapas do caminho de legitimação do testemunho cristão junto aos judeus. Cada um dos artigos foi o resultado de alguma solicitação, feito pelo exterior ou percebido no interior, que corresponde sempre àquilo que a Igreja convida a realizar desde o Concilio Vaticano II: fazer o inventário do ‘patrimônio comum aos Cristãos e aos Judeus’. Parto sempre da minha fé cristã. Mas é a escuta de Israel que me faz descobrir a imensidão do patrimônio comum e sua insuficiente valorização no mundo cristão”.

(Pierre Lenhardt. Apresentação do livro na Escola Catedral de Paris. 09 de maio de 2006

Fotos: Wikimedia (Domínio Público)

Frente Dom Paulo

Redação Frente Dom Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *